Rosemunu's Blog











{13/06/2010}   Dia dos Namorados?

 

 

 

 

De fato ontem eu não postei nada em homenagem ao dia dos namorados, é que no meu caso é preciso dar mais valor ao dia de Santo Antônio (rsrsrs) já que estou a procura de um namorado. Está difícil a situação. Aí no dia 12/06 você que está solteiro como eu fica em casa assistindo Cidades dos anjos ou Kate & Leopold que foram transmitidos ontem no canal aberto, ou coloca um outro filme no DVD estilo Simplesmente Amor pra ficar sonhando e imaginando quando seu amor vai chegar, na expectativa, é claro, que esse dia está próximo, bem próximo. Acho que deveria ter o dia dos Soteiros, quem sabe se em uma reunião dessas de comemoração alguns casais novos não se formavam….

 

 

 

 

 

 

Duas músicas (parece ser a mesma mas não é, apenas o nome é o mesmo) pra gente ficar cantando enquanto passa o dia 12 sozinho, mas sem disesperar….

 

 

Anúncios


{25/04/2010}   Trilha Sonora legal
Essas duas músicas são tema do casal Rodrigo e Ana Bela na novela Bela, a feia. A trilha sonora da novela é muito boa, assim como a trama (gostei muito da versão brasileira, acho que a adaptadora conseguiu colocar elementos novos e mudar um pouco a história) mas eu gosto mais dessas duas que destaquei. Se alguém tiver interesse em ouvir a trilha toda deixo um link da rádio uol, só está faltando a música Mi sol de Jessy e Joy. Bom divertimento.

http://www.radio.uol.com.br/#/volume/v%C3%A1rios-artistas/bela,-a-feia—trilha-sonora/19022

 



{20/03/2010}  

Pra Você Guardei o Amor

Nando Reis

Composição: Nando Reis

Pra você guardei o amor
Que nunca soube dar
O amor que tive e vi sem me deixar
Sentir sem conseguir provar
Sem entregar
E repartir

Pra você guardei o amor
Que sempre quis mostrar
O amor que vive em mim vem visitar
Sorrir, vem colorir solar
Vem esquentar
E permitir

Quem acolher o que ele tem e traz
Quem entender o que ele diz
No giz do gesto o jeito pronto
Do piscar dos cílios
Que o convite do silêncio
Exibe em cada olhar

Guardei
Sem ter porque
Nem por razão
Ou coisa outra qualquer
Além de não saber como fazer
Pra ter um jeito meu de me mostrar

Achei
Vendo em você
E explicação
Nenhuma isso requer
Se o coração bater forte e arder
No fogo o gelo vai queimar

Pra você guardei o amor
Que aprendi vendo meus pais
O amor que tive e recebi
E hoje posso dar livre e feliz
Céu cheiro e ar na cor que arco-íris
Risca ao levitar

Vou nascer de novo
Lápis, edifício, tevere, ponte
Desenhar no seu quadril
Meus lábios beijam signos feito sinos
Trilho a infância, terço o berço
Do seu lar

 

Eu acho essa música linda. Ela é tema dos personagens Débora e Pedro na novela Cama de gato, achei tão triste a morte da moça na trama. As autoras foram cruéis, eu sei que muito provavelmente ele vai acabar ficando com a médica, neta da Loló, mas eles combinavam tanto… mas a gente nunca sabe o que se passa na cabeça de um escritor, ele sempre pode nos surpreender.


      Eu gosto muito dessa música, que foi tema da MA-RA-VI-LHO-SA microssérie brasileira Capitu, a qual retratou muito bem o livro, parecia até que eu o estava lendo novamente. Nesse vídeo do youtube temos o grupo Beirut cantando a música e o  clipe original.

 

      Esse outro vídeo mostra trechos da produção global, os quais  mostram partes importantes da história de Bento Santiago, recompondo o romance. Além disso, tem a letra traduzida; na minha opinião a música foi muito bem escolhido, para mim ela combina de verdade com o narrador-protagonista do romance Dom Casmurro.

       Eu escolhi dois capítulos que gosto muito na obra de Machado de Assis, um é o meu preferido e o outro é o último do romance. Para quem ainda não leu fica aqui um aperitivo e a dica de uma ótima leitura.

LXXV O DESESPERO (p. 109)
             Escapei ao agregado, escapei a minha mãe não indo ao quarto dela, mas não escapei a mim mesmo. Corri ao meu quarto, e entrei atrás de mim. Eu falava-me, eu perseguia-me, eu atirava-me à cama, e rolava comigo, e chorava, e abafava os soluços com a ponta do lençol. Jurei não ir ver Capitu aquela tarde, nem nunca mais, e fazer-me padre de uma vez. Via-me já ordenado, diante dela, que choraria de arrependimento e me pediria perdão, mas eu, frio e sereno, não teria mais que desprezo, muito desprezo; voltava-lhe as costas. Chamava-lhe perversa. Duas vezes dei por mim mordendo os dentes, como se a tivesse entre eles.
            Da cama ouvi a voz dela, que viera passar o resto da tarde com minha mãe, e naturalmente comigo, como das outras vezes; mas, por maior que fosse o abalo que me deu, não me fez sair do quarto. Capitu ria alto, falava alto, como se me avisasse; eu continuava surdo, a sós comigo e o meu desprezo. A vontade que me dava era cravar-lhe as unhas no pescoço, enterra-las bem, até ver-lhe sair a vida com o sangue.
 
 
CXLVIII É BEM, E RESTO? (p. 183-4)
      Agora, porque eu nenhuma dessas caprichosas me fez esquecer a primeira amada do meu coração? Talvez porque nenhuma tinha os olhos de ressaca, nem os de cigana oblíqua e dissimulada. Mas não é este propriamente o resto do livro. O resto é saber se a Capitu da praia da Glória já estava dentro da de Matacavalos, ou se esta foi mudada naquela por efeito de algum caso incidente. Jesus, filho de Sirach ¹, se soubesse dos meus primeiros ciúmes, dir-me-ia, como no seu cap. XI, vers. 1: “Não tenhas ciúmes de tu mulher para que ela não se meta a enganar-te com a malícia eu aprender de ti”. Mas eu creio que não, e tu concordarás comigo; se te lembras bem da Capitu menina, hás de reconhecer que uma estava dentro da outra, como a fruta dentro da casca.
      É bem, qualquer que seja a solução, uma coisa fica, e é a suma das sumas, ou o resto dos restos, a saber, que a minha primeira amiga e o meu maior amigo, tão extremosos ambos e tão queridos também, quis o destino que acabassem juntando-se e enganando-me… A terra lhes seja leve! Vamos à História doa Subúrbios.

   ¹Jesus, filho de Sirach: autor de O eclesiástico, um dos livros do Antigo Testamento. (N.E.)

ps: os trechos foram retirados de: ASSIS, Machado de. Dom Casmurro. 39ªed. São Paulo: Ática, 2004. (série bom livro)



{27/11/2009}   Aulas de alemão

As aulas de alemão estão bem diferentes, desde a última semana o João está trabalhando com tradução demúsicas. Olha só que legal a que a gente (os quatro alunos com a ajuda dele, o professor) fez hoje:

Bist du das – Juli (Você é isso)

es könnte ja sein, dass ich nicht meine, was ich sag (pode até ser que eu não penso no que falo)
es könnte ja sein, dass ich nicht sage, was ich mag
(pode até ser que eu não digo o que eu gosto)
es könnte ja sein, ich bin nur eine von Milliarden
(pode até ser, eu sou apenas uma em um bilhão)
aber wem soll ich das sagen? (mas para quem eu devo falar?)

es könnte ja sein, dass was du siehst, ist gar nicht das (pode até ser que o que você vê não está mesmo aqui)
es könnte ja sein, ich bin so traurig, wie ich früher war
(pode até ser, eu sou tão triste como era antes)
es könnte ja sein, ich bin nur eine von Milliarden
(pode até ser, eu sou apenas uma em um bilhão)
aber wem soll ich das sagen? (mas para quem eu devo falar?)

bist du das (você é isso)
oder bist du das nicht
(ou você não é isso)
denkst du wie sie
(você pensa como ela)
oder denkst du wie ich
(ou você pensa como eu)
bist du das
(você é isso)
oder bist du das für mich
(ou você é isso pra mim)
bist du das
(você é isso)
oder bist du das nicht
(ou você não é isso)
fühlst du wie sie
(você sente como ela)
oder fühlst du wie ich
(ou você sente como eu)
willst du das
(você quer isso)
oder tust du das für mich? (ou você faz isso pra mim?)
bist du das für mich… (você é isso pra mim…)

ob du willst oder nicht (será que você quer ou não)
so du wirst nie ein Teil von mir
(assim você nunca será uma parte de mim)
und wenn du so wärst wie ich
(e se você fosse como eu)
dann wärst du sicher gar nicht hier
(certamente você não estaria aqui)
und dann wüsstest du auch
(e então saberia também)
ich bin nur eine von Milliarden
(eu sou apenas uma em um bilhão)
und dann müsstest du nicht fragen
(e você não preisaria perguntar)
dann müsstest du nicht fragen (não precisaria perguntar)

Procurem o vídeo no youtube, eu não o postei aqui porque ainda não sei fazer isso, mas a banda é muito legal.

 



Veja
Não diga que a canção está perdida
Tenha fé em Deus, tenha fé na vida
Tente outra vez

Beba
Pois a água viva ainda está na fonte
Você tem dois pés para cruzar a ponte
Nada acabou

Tente
Levante tua mão sedenta e recomece a andar
Não pense que a cabeça aguenta se você parar
Há uma voz que canta, uma voz que dança, uma voz que gira
Bailando no ar

Queira
Basta ser sincero e desejar profundo
Você será capaz de sacudir o mundo
Tente outra vez

Tente
Não diga que a vitória está perdida
Se é de batalhas que se vive a vida
Tente outra vez

Tente
Levante tua mão sedenta e recomece a andar
Não pense que a cabeça aguenta se você parar
Há uma voz que canta, uma voz que dança, uma voz que gira
Bailando no ar

Veja
Não diga que a canção está perdida
Tenha fé em Deus, tenha fé na vida
Tente outra vez



De onde é que vem esses olhos tão tristes?
Vem da campina onde o sol se deita
Do regalo de terra que o teu dorso ajeita
E dorme serena, no sereno sonha

De onde é que salta essa voz tão risonha?
Da chuva que teima, mas o céu rejeita
Do mato, do medo, da perda tristonha
Mas, que o sol resgata, arde e deleita

Há uma estrada de pedra que passa na fazenda
É teu destino, é tua senda, onde nascem tuas canções
As tempestades do tempo que marcam tua história
Fogo que queima na memória e acende os corações

Sim, dos teus pés na terra nascem flores
A tua voz macia aplaca as dores
E espalha cores vivas pelo ar
Ah..Ah…Ah…
Sim, dos teus olhos saem cachoeiras
Sete lagoas, mel e brincadeiras
Espumas ondas, águas do teu mar
Ah..Ah…Ah…
Ee La Ia



Carry On Wayward Son

Continue Meu Filho Desobediente

   
{Refrain} Continue meu filho desobediente
Carry on my wayward son Haverá paz quando você estiver terminado
There’ll be peace when you are done Coloque sua cabeça cansada para descansar
Lay your weary head to rest Não chore mais
Don’t you cry no more  
 
Once I rose above the noise and confusion Uma vez que eu me levantei acima do ruído e da confusão
Just to get a glimpse beyond this illusion Para perceber por um instante além desta ilusão
I was soaring ever higher Eu estava voando cada vez mais alto
But I flew too high Mas eu voei muito alto
 
Though my eyes could see I still was a blind man Embora meus olhos pudessem ver eu era ainda um homem cego
Though my mind could think I still was a mad man Embora minha mente pudesse pensar eu era ainda um homem louco
I hear the voices when I’m dreaming Eu ouço as vozes quando eu estou sonhando
I can hear them say Eu posso ouvi-las dizer
 
{Refrain} Continue meu filho desobediente
  Haverá paz quando você estiver terminado
  Coloque sua cabeça cansada para descansar
  Não chore mais
 
Masquerading as a man with a reason Mascarado como um homem com uma razão
My charade is the event of the season Minha charada é o evento da estação
And if I claim to be a wise man, well E se eu reivindicar ser um homem sábio,
It surely means that I don’t know Significa certamente que eu não sei
 
On a stormy sea of moving emotion Em um mar em tempestade de emoção movente
Tossed about I’m like a ship on the ocean Sou lançado como um navio no oceano
I set a course for winds of fortune Eu ajustei um curso para ventos da fortuna
But I hear the voices say Mas eu ouço-me que as vozes dizem
 
{Refrain} Continue meu filho desobediente
No! Haverá paz quando você estiver terminado
  Coloque sua cabeça cansada para descansar
  Não chore mais
 
Carry on, you will always remember Não!
Carry on, nothing equals the splendor  
Now your life’s no longer empty  
Surely heaven waits for you  
 
  Continue, você recordará sempre
  Continue, nada se iguala o esplendor
  Agora sua vida ja não é mais vazia
  Certamente o céu espera-o


{09/09/2009}  

 

Uma vez mais – Ivo  Pessoa                                                                                                                                                          Composição: Blanch e Felipe Loeffler

Vôa minha ave
Vôa sem parar
Viaja prá longe
Te encontrarei
Em algum lugar…

Permaneço em ti
Como sempre foi
Mais perfeito e mais fiel
Mesmo sozinho sei
Que estás perto de mim
Quando triste olho pro céu…

Quando eu te vi
O sonho aconteceu
Quando eu te vi
Meu mundo amanheceu…

Mas você partiu sem mim
E sei que estás
Em algum jardim
Entre as flores…

Anjo!
Meu tão amado anjo
Bem sei que estás
E eu do brando sono
Hei de acordar
Para os teus olhos
Ver uma vez mais…

Mais
O verdadeiro amor espera
Uma vez mais

Quando eu te vi
O sonho aconteceu
Quando eu te vi
Meu mundo amanheceu…(2x)

Mas você partiu sem mim
E sei que estás
Em algum jardim
Entre as flores…



{26/08/2009}   A musiquinha é boa

Apesar de tudo eu dessa música q o Dado etbm o Lucas Monteiro gravaram.

Rolex – Eduardo Luca                                                                                                                                                            

Por cima da ponte como pássaros
Cruzando florestas, rios e vales sombrios
Com poderes mágicos eu vou transformar
Você e eu nesse lugar podemos ser o que quiser

Com suas lágrimas pinto uma árvore
De chocolate grande até o céu para subir
Do último andar faço uma casa pra mim
E vejo as nuvens chegarem da janela pra conversar

Papai quero fazer um sol seu grande Rolex
Pra poder ver o dia mais claro, relax

Quero fazer um sol seu grande Rolex
Pra poder ver o dia mais claro, relax

Sexagenários dançam neste lugar
E sons imaginários tocam sinos no ar
Danço um galope, um outro toque, ou rock
E a condução, é ter ação, ou não … na imaginação

A lua nós conta histórias pra dormir
E os coroinhas no altar não tem o que pedir
Os bichos de par em par ensaiam quadrilha
Até o saci e uma velhinha brincam juntos de amarelinha
Porque ninguém lá tem uma idade
As pessoas só nascem, todos nascem e só nascem…
Duendes e fadas organizam um baile
Não existe cansaço e dormem só pelo prazer de sonhar

Papai quero fazer um sol seu grande Rolex
Pra poder ver o dia mais claro, relax

Quero fazer um sol seu grande Rolex
Pra poder ver o dia mais claro, relax

Sexagenários dançam neste lugar
E sons imaginários tocam sinos no ar
Danço um galope, um outro toque, ou rock
E a condução, é ter ação, ou não … na imaginação



et cetera