Rosemunu's Blog











{29/07/2010}   Supernatural

 

Foi eleita pelos americanos como a melhor série do gênero e renovada para uma sexta temporada.

          Os irmãos Winchester já passaram por muita coisa nessa vida. Como caçadores de aberrações da série Supernatural, Dean e Sam enfrentaram fantasmas, demônios, anjos e até cavaleiros do apocalipse. Amaldiçoados com a inglória missão de dar um fim em cada coisa-ruim que aparecer andando – ou se arrastando- sobre a terra, os personagens, interpretados por Jensen Ackles e Jared Padalecki, vivem de forma errante por um EUA repleto de lendas urbanas assustadoras. O criador, Eric Kripke, já disse que tais histórias são tão profundas quanto qulquer mitologia. E daí tome mulher de branco, andarilho noturno e homem com gancho. Sustos não faltam, , para a nossa sorte.
          Se pintassem por aqui, no Brasil, os irmãos cçadores, com certeza, topariam com saci, curupira, boitatá, mula-sem-cabeça ou ira, anossa encantadora sereia. Prova de que qualquer parte do mundo tem os seus próprios medos, basta saber exorcizá-los com a categoria dos Winchester. Ainda que Dean preferisse algo mais urbano, como uma louraça Belzebu à la Kátia Flávia, a G1odiva do Irajá. Na viagem para nosso país, o difícil seria fazer o herói fanfarrão abandonar, mesmo que por um instante, seu possante automóvel Impala – sempre com um rock dos bons, como algo do AC/DC ou dos Ramones tocando no rádio – e viajar de avião, algo assustador para o aparentemente destemido herói. Ele é também o sujeito que sempre está paquerando nativas ou saboreando um calórico sanduíche. Portanto, sobra para Sam, o mais novo  estudado da dupla, a árdua psquisa de campo de cada missão.
          Supernatural surgiu há cinco anos como uma espécie de sucessora de Arquivo X e ganhou uma legião de fãs, que lhe concederam, em janeiro (mesmo mês em que Padalecki se casou com a colega de elenco Genevieve Cortese, a Ruby morena), o People’s Choise Awards de seriado de ficçõ científica/fantasia. O prêmio até pode ser visto como uma espécie de consolação para uma série que nunca ganhou um Globo de Ouro, mas é um sinal indiscutível do sucesso de público que garantiu mais uma temporada.
          O sexto ano dará um merecido reboot no enredo, que atualmente caminh para o inevitável enfrentamento dos irmãos Winchester. De um lado, o primogênito Dean, que foi literalmente ao inferno e voltou, salvo por njos, com a missão de evitar que Lúcifer possuísse o corpo de seu irmão, Sam, e , assim, decretasse o fim do mundo. Do outro lado, Sam, dotado de poderes especiais e escolhido pelo andar de baixo como seu representante. Uma responsabilidade dos diabos. Será que no ano que vem, os dois, renovados, vão caçar criaturas mais dóceis? Duvido.
Télio Navega
para a revista Monet n°85, abril 2010
Anúncios


         
  
           Nem sei mais o que falar da seleção brasileira masculina de vôlei. Esse time realmente é o melhor do mundo, eles confirmam isso a cada vitória e também pela história. Nesses 10 anos sob a direção de Bernardo Rezende ou melhor o “estressadinho” Bernardinho foram muitos os títulos, e com a vitória de ontem (25/07) foram 8 vitórias na Liga Mundial desde de 2000 (2001, 2003, 2004, 2005, 2006, 2007, 2009 e 2010). Agora o Brasil tem 9 títulos (o primeiro em 1993, detalhe, Bernardinho era levantador da seleção nesse ano) e pode comemorar por ser a seleção com o maior número de títulos nessa competição, desempatando com a Itália. Quando Bernardinho assumiu o controle do time os italianos já tinham 8 títulos e nós apenas 1, parecia impossível passa-los tão rápido, mas eles mostraram que o díficil não é sinônimo de impossível. Vencemos com um time renovado, com o melhor jogador do mundo, Giba, no banco por causa de dores nas costas e o maior pontuador, Vissoto, indisponível deviso a contursão no jogo de sábado (24/07) contra Cuba. Mostramos que temos de fato 12 titulares e com muita garra… É, agora não tem pra ninguém, é por isso que eu digo: esse time é tão bom que pode se dar o luxo de perder às vezes e sem sentir culpa, porque as vitórias compensam e muito as derrotas. E ainda tinha gente que chegou a dizer para o técnico brasileiro (alegou o próprio em entrevista ao Jornal Nacional hoje) que achava o time incapaz de vencer o jogo de ontem, tudo bem achar que não fossemos ganhar levando em conseideração a campanha russa no campeonato, mas impossível? Essa palavra definitivmente não existe no vocabulário da nossa seleção e acredito que nem no de qualquer competidor. Parabéns meninos vocês merecem, pena que o técnico não ganha medalha, o nosso merecia viu. Ah e o Murilo foi eleito o melhor jogador da Liga Mundial esse ano. Parabéns garoto, seguindo direitinho os passos do irmão hein. Observação: antes do tradicional peixinho houve uma contagem especial que foi até o número 9, e eu achei o camisa 3 (Krasikov) da Rússia muito parecido com o ator Joseph Fiennes, pena que eu nõ consegui uma foto dele.
  
  
  

  


{26/07/2010}   Dança dos Famosos 2010

             Ontem foi a final da Dança dos Famosos o único quadro, diga-se de passagem, que vale a pena ver no Domingão do Faustão. Como eu queria a atriz Fernanda Sousa (que evoluiu muito desde a primeira apresentação) conseguiu superar Sheron Menezes e levar o título dessa edição. Fica aqui duas apresentações, a que mais gostei de cada uma delas. Ontem as duas foram muito bem. A vencedora nem conseguia acreditar na sua nota, mal sorria de tão surpresa, talvez porque desde o primeiro dia de competição a preferência mostrava ser da vice campeã.



{24/07/2010}   Monólogo na madrugada
        Estás no valo trabalhando. O crepúsculo que te envolve é cor-de-cinza, o céu acima é cinzento, cinzenta a neve no pálido lusco-fusco, os trapos dos teus companheiros são cinzentos, e também os semblantes deles são cor-de-cinza. Retomas outra vez o diálogo com o ente querido. Pela milésima vez lanças rumo ao sol teu lamento e tua interrogação. Buscas ardentemente uma resposta, queres saber o sentido do teu sofrimento e de teu sacrifício – o sentido de tua morte lenta. Numa revolta última contra o desespero da morte à tua frente, sentes teu espírito irromper por entre o cinzento que te envolve, e nesta revolta derradeira sentes que teu espírito se alça acima deste mundo desolado e sem sentido, e tuas indagações por um sentido último recebem, por fim, de algum lugar, um vitorioso e regozijante “sim”. Nesse mesmo instante acende-se ao longe uma luz, na janela de uma distante moradia camponesa, postada feito bastidor à frente do horizonte, em meio à cinzenta e desolada madrugada bávara “et lux in tenebris lucet”, e a luz resplandece nas trevas. Agora estiveste horas a fio picando o chão congelado, outra vez passou a sentinela e debochou um pouco de ti, e de novo recomeças o diálogo com teu ente querido. Tens cada vez mais o sentimento de que ela está presente. Sentes que ela está ali. Crê poder tocá-la, parece precisares apenas estender a mão para tomar sua mão. E com grande intensidade te invade o sentimento: Ela, está aqui! Eis cá aquilo: no mesmo instante – o que é aquilo? – sem que tenhas notado, acaba de pousar um passarinho bem à tua frente, sobre o torrão que recém cavaste, parte fitar atento e sereno. . .
Viktor Frankl
ex-prisioneiro de um campo de concentração
   capítulo do livro “Em busca de sentido”


{22/07/2010}   Os 50 melhores

          O número 73 (abril 2009) da revista MONET trouxe uma matéria interessante sobre o cinema do século XXI. Eles questinaram 250 pessoas (artistas, cineastas, joranlistas e personalidades nacionais e intrenacionais) quais os destaques do cinema de 2001 até o momento, eles elegeram os 50 melhores filmes do século até a data da pesquisa. Será que vc concorda com eles? Dê sua opinião, mas não leve em conta os filmes lançados após a data da publicação da revista (tá um pouco atrasado esse post, mas só deu pra postar agora). Os filmes são estes:

50- Sonata de Tóquio
49- 4 meses, 3 semanas e 2 dias
48- Babel
47- Miami vice
46- A viagem de Chihiro
45- Uma mente brilhante
44- Adeus Lênin!
43- Volver
42- Sobre meninos e lobos
41- Shrek
40- Santiago
39- Procurando Nemo
38- Piaf – um hino ao amor
37- Os incríveis
36- Moulin Rouge – amor em vermelho
35- Batman – o cavaleiro das trevas
34- Arca russa
33- Adaptação
32- A queda – as últimas horas de Hitler
31- Serras da desordem
30- Sangue negro
29- O pântano
28- O labirinto do fauno
27- O curioso caso de Benjamin Button
26- Império dos sonhos
25- Encontros e desencontros
24- Closer – perto demais
23- 21 Gramas
22- O escafandro e a borboleta
21- Kill Bill
20- Em busca da vida
19- Quem quer ser um milionário
18- Os infiltrados
17- O fabuloso destino de Amélie Poulain
16- Menina de ouro
15- Crash – no limite
14- Pequena Miss Sunshine
13- O segredo de Brokeback Mountain
12- As invasões bárbaras
11- Onde os fracos não têm vez
10- O pianista
09- Elefante
08- O senhor dos anéis
07- Cidade dos sonhos
06- Match point
05- Fale com ela
04- Dogville
03- A vida dos outros
02- Brilho eterno de uma mente sem lembranças
01- Cidade de Deus

          O público discordou um pouco desta opinião, vejam os 10 melhores na opinião dos leitores da revista:

10- Pequena miss Sunshine
09- Piaf – um hino ao amor
08- Brilho eterno de uma mente sem lembranças
07- Batman – o cavaleiro das trevas
06- Cidade de Deus
05- Crepúsculo
04- O pianista
03- O senhor dos anéis
02- O segredo de Brokeback Mountain
01- Menina de ouro

          E você concorda com a escolha deles? Dê sua opinião, deixe um comentário dizendo quais os 10 melhores filmes pra você de 2001 até agora (julho 2010).

 



{20/07/2010}   Parabéns aniversariante

 

O gatíssimo Jared Padalecki completa mais um ano de vida, o ator que interpreta brilhantemente o caçador Sam Winchester em Supernatural nasceu no dia 19 de julho de 1982. O fofo de 1,93 de altura já fez vários trabalhos no cinema e também na TV, quem não lembra dele em Gilmore Girl? Ou em Casa de Cera? Ele foi convidado para dar vida ao Clark em Superman Returns mas recusou… Sua cor preferida é o azul, dispensa qualquer prato por um Cheeseburguer com mostarda, alface e tomate e nos finais de semana ele gosta de usar roupas bem confortáveis, como camisa, jeans e tênis. Ele gosta muito de cachorros, aqui temos a foto dele ao lado de um dos seus dois cães, Sadie e Harley. Dá pra acredita que ele era o gordinho da turma durante o período escolar?



{13/07/2010}   Que time é esse…

Já deixei claro que não sou fã de futebol, isso muito influenciada pela atitude dos torcedores brasileiros… mas eu gosto de esportes… e assisti a final da copa, pois torcia pela Espanha e também porque valia muito a pena ver esse time em campo. Havia um jogador holandês bonito sim, mas não recordo o nome e nem a camisa… mas fiquei de olhos bem abertos e atentos no time espanhol, que na minha opinião era o mais bonito da copa… fiquei encantada com o camisa 7 David Villa, que infelizmente perdeu vários gols, impressionada com Xavi Alonso (14) e com raiva do juíz que não deu cartão vermelho pro holandês que o acertou com um chute no peito, mas me derreti toda com a gracinha do goleiro Casillas, ele defendeu todas e ainda chorou quando o camisa 6 fez o gol da vitória. Achei tão bonita a atitude dele de receber a taça junto com os companheiros, e ele estava tão emocionado com o título que nem conseguiu responder direito a pergunta da namorada que o entrevistava e acabou beijando-a no ar…. que invejinha…hehe…

 

David Villa

Iker Casillas

Xavi Alonso



Dizem que não sou patriota porque não gosto de Copa do Mundo e por isso não torço pelo Brasil (mas confesso que até os 13 eu tocia e muito, acordava até de madrugada pra ver um jogo). Na verdade, pra mim é indiferente o BR ganhar ou perder, isso não afeta em nada minha vida. Eu não tenho nada contra o esporte, até porque assisto o futebol feminino nas Olimpíadas (única época em que transmitem), mas simplesmente me recuso a ver um jogo da seleção masculina e de qualquer time nacional, porque na minha opinião há muito tempo que os jogadores pararam de competir por amor a camisa que vestem, eles estão apenas preocupado com o salário que recebem. Brasileiro também é um tanto quanto ingrato, porque só se satisfaz com uma medalha de ouro, onde está o espírito esportivo? Eu posso até não torcer pelo futebol, mas assisto a todas as competições dos jogos olimpícos, panamericanos, competições de vôlei que são transmitidas pelo canal aberto, competições de skate (acho um máximo) e qualquer uma de ginática artística e fico torcendo pelo Brasil, se for ver por esse ponto de vista eu sou mais patriota que muitos brasileiros, porque eu não torço por um esporte e a maioria torce apenas por um esporte. Patriotismo não é apenas vibrar em uma competição, é também agir para melhorar o seu país, pensando bem em quem você vota e combrando o que eles prometeram durante a campanha eleitoral. Fico imaginando como seria o Brasil caso todos os torcedores que dispensam energia brigando em estádios por seus times ou que protestam frente a sede do time por melhoras (como aconteceu não há muito tempo com o Corinthians) fossem com a mesma energia protestar em frente à câmara dos deputadores e senadores em dia de reunião. Se isso acontecesse eu dria que o brasileiro tem o direito de não trabalhar em dia de jogo de futebol durante a copa, que pode vibrar o quanto quiser com a vitória da seleção ou do seu time, porque antes de tudo ele teria feito o seu papel de cidadão e sido um verdadeiro patriota. Será que é tão difícil entender isso?



{20/06/2010}   Lamentável

  

Nesse final de semana o mundo perdeu um grande malabarista da lígua portuguesa. José Saramago nasceu na aldeia de Azinhaga, província do Ribatejo (Portugal), no dia 16/11/1922 e faleceu na última sexta-feira 18/06/2010 em Lanzarote na Espanha, onde vivia atualmete, vítima de múltipla falha de órgãos, aós prolongada doença. Ele era um grande escritor de língua portuguesa que criou um sistema próprio de pontuação, utilizando apenas ponto final e vírgula, obrigando o leitor a entrar no seu jogo, e além disso, conseguia prender nossa atenção com os temas de suas obras. Tive contato com sua escrita na faculdade logo no primeiro semestre e nos seguintes comprovei o quanto era adimirado pelos professores. De sua vasta obra li apenas quatro: As intermitências da morte (2005); A jangada de pedra (1986); O conto da ilha desconhecida (1998); Memorial do convento (1982). O que mais gostei foi o primeiro, porque achei genial a forma que ele encotrou pra dizer como o ser humano é insatisfeito. Acho interessante o fato dele nunca ter permitido fazerem alterações na grafia de seus textos em outros países, ele fazia questão que fossem publicados em países de língua portuguesa com a ortografia de Portugal. Seu último romance foi Caim, lançado no ano passado. Imagino que os professores de língua portuguesa tenham sentido muito essa perda, e mais ainda os portugueses que se orgulhavam tanto dele. Ainda não consigo acreditar que ele faleceu, lembro que quando uma colega de sala deu a notícia todos pensaram que fosse uma brincadeira, mas fazer o que: tudo tem o seu período de nascimento, crescimento e morte.



{13/06/2010}   Dia dos Namorados?

 

 

 

 

De fato ontem eu não postei nada em homenagem ao dia dos namorados, é que no meu caso é preciso dar mais valor ao dia de Santo Antônio (rsrsrs) já que estou a procura de um namorado. Está difícil a situação. Aí no dia 12/06 você que está solteiro como eu fica em casa assistindo Cidades dos anjos ou Kate & Leopold que foram transmitidos ontem no canal aberto, ou coloca um outro filme no DVD estilo Simplesmente Amor pra ficar sonhando e imaginando quando seu amor vai chegar, na expectativa, é claro, que esse dia está próximo, bem próximo. Acho que deveria ter o dia dos Soteiros, quem sabe se em uma reunião dessas de comemoração alguns casais novos não se formavam….

 

 

 

 

 

 

Duas músicas (parece ser a mesma mas não é, apenas o nome é o mesmo) pra gente ficar cantando enquanto passa o dia 12 sozinho, mas sem disesperar….

 

 



et cetera